Vulnerabilidades e convivência

Somos vulneráveis. Sim, somos. E devemos aprender a conviver com isso, pois, tais vulnerabilidades estão em nós e também nos outros. E, a vulnerabilidade alheia nos doi, nos incomoda, pois nos impede de reconhecermos no outro o que acreditávamos que ele fosse. O que nos faz mais vulneráveis. Essa questão importa porque o medo faz…

Ler mais

Tempos interessantes

Ainda que na TV o espetáculo seja o da disseminação das ideias mais estapafúrdias como normais, por gente que pensa, contratada para usar sua capacidade intelectual no contorno da percepção das massas sobre a mais profunda miserabilidade ideológica, aquela que quando não vê saída, tenta o controle reescrevendo a história, tem-se que admitir que  vivemos…

Ler mais

Calma na ladeira

Reflexões de fim de férias Da topografia acidentada de Ouro Preto observei o terreno sobre o qual caminhamos agora: um chão traiçoeiro, com cara de passado, prestes a nos derrubar. É preciso a força e a determinação de um turista ansioso por descobrir o que há virando a esquina, logo após a ladeira, para passar…

Ler mais

Sem crise do gosto

Nestes tempos de perguntas que parecem tão mal formuladas, acusações sem provas, respostas convenientes, pouco convincentes, manipulação de informações, pedantismos e ignorâncias, o cultivo dos gostos tende a estacionar. De um lado essa realidade ficcional, que de tão repetida se confunde com a verdade; do outro; a ficção realizando, ainda que de maneira falsa, as…

Ler mais

Rosa fé

Silvia Regina Guimarães editoria@gostonomia.com.br Outubro é um mês interessante. O mundo se dá conta que mais um ano começa a acabar. Os recomeços começam a ser preparados e, com isso, muitas inspirações e promessas. De São Paulo, a visão do futuro parece nebulosa: prefeito eleito em primeiro turno, sem maiores debates. Mas, mantem-se a esperança:…

Ler mais