Pular para o conteúdo

Hedonismo [moda]: À moda da casa

À MODA DA CASA

por Rosane S. F. Guerin

Como sentir o gostinho de vestir a coisa certa para o lugar certo? Hoje em dia não são somente as mulheres que gostam de se vestir bem, mas os homens também, e ambos se importam com mais esta tarefa do dia-a-dia: o que vestir para tal lugar ou ocasião? Pois esta tarefa implica muito investimento no que diz respeito de se ir às compras, de se gastar tempo e dinheiro, e ter bom senso, bom gosto para criar seu look para a jornada do dia que vai começar. Os cardápios são diversificados, diríamos que são infinitas as maneiras de se vestir, de se encontrar estilos variados por aí! Pois então, vamos oferecer algumas dicas de no quesito vestir-se bem é sentir-se bem! Este sentir não significa que vamos sair por aí de maneira relaxada, sem o bom senso do que se cai bem e do que é adequado para cada corpo e silhueta.

Seguir a moda é sentir-se a vontade, é “sentir-se em casa”! Ter um estilo próprio sem deixar-se manipular por uma moda que dita as suas vontades! Refletir e conhecer sobre o próprio corpo: se é magro, gordo, alto, baixo, pele escura, pele clara, mestiço etc. É uma soma de combinatórias, de estilos de vida, de gostos, de escolhas, de formas, de cores e de texturas.

Por isso à moda da casa é ter em seu guarda-roupa as peças básicas que são coringas, chaves para ajudar-nos a pensar num look bacana e arrojado para o dia-a-dia da vida! A intenção é pensar sobre o trivial e não em padrões impossíveis de serem seguidos e sim na simplicidade e no bom gosto de se vestir.

As três peças básicas para abusarmos neste inverno compõem-se dos looks primeiramente, o jeans, é claro! Este não poderia faltar na forma de calça comprida, saia e blazer e casaco bem alinhados. Em segundo lugar teremos a nossa queridíssima peça versátil a camisa branca e por último a malha de tricô confeccionada das mais variadas formas como coletes, casacos e blusas de mangas e golas compridas, golas fofas, golas roles, malhas grossas e finas etc.


Looks femininos: calça e camisa jeans da 2nd Floor/SPFFW, camisa e sobreposição de malha de tricô de Marc Jacobs/NY.

Foto: Charles Naseh

Fontes: www.chic.ig.com.br e www.firstview.com/collection

Nos looks femininos poderemos formar um conjunto de calça e camisa jeans super versátil tanto sair para trabalhar como para sair a passeio com a família. A camisa branca despojada é um coringão para ocasiões formais e informais, que com um bom acessório como um colar de contas coloridas ou de pérolas dão um toque especial. Pensando na malha de tricô para o frio, que, com suas sobreposições de malhas arrojadas na combinação colete em gola “V” e malha de gola alta bem pregueada são perfeitas para encarar a estação mais fria do ano.

Já para os looks masculinos a história não muda muito do que diz da versatilidade das peças coringas, a diferença está no estilo do corpo masculino, que é mais reto, sem curvas. Vejamos que o jeans também parte para uma situação mais casual no trabalho como para um lazer. A camisa branca é a amiga inseparável de uma bela gravata lisa ou estampada de maneira sutil, nada extravagante para não beirar o ridículo. E por fim, também teremos as sobreposições de malhas grossas sobre malhas mais finas, que oferecem um ar charmoso para o look masculino.



Looks masculinos: calça jeans, camisa branca e sobreposição de malhas de Calvin Klein/NY.

Fontes: www.firstview.com/collection

As peças básicas ou coringas sempre devem estar em nossos guarda-roupas, elas nos auxiliam na escolha certa sem que nos arrisquemos. O jeans que perdura por décadas na moda, cada vez mais se torna ao mesmo tempo básico e sofisticado, a camisa tanto a branca como em outras cores proporciona também uma liberdade como um ar de formalidade, aí vai depender dos acessórios de base que comporão o look da vez. As sobreposições estão e sempre estiveram na moda, é uma maneira versátil e moderna, nas composições de se vestir. Agora é abusar e usar destas peças que jamais deixarão de existir!

Sobre a autora:

Rosane S. F. Guerin é graduada e especializada em Moda, na modalidade Coordenação de Moda e Criação e Produção, respectivamente. Além disso, é mestra em Educação e Cultura pela Universidade do Estado de Santa Catarina/UDESC (2007) e em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo/PUC-SP (2009).

 

1 Comentário »

%d blogueiros gostam disto: