Pular para o conteúdo

A Moda minimalista dos anos 90

A MODA MINIMALISTA DOS ANOS 90 

Por Rosane S. F. Guerin

 

    Falar de moda e de sua evolução é um desafio nesta nossa série de revivals of fashion, pois abrange muitas mudanças nos gostos, nos estilos e na própria concepção de moda. A maneira de se vestir vai também influenciando nas escolhas das pessoas seja individual ou coletivamente, as coisas se tornaram mais democráticas na moda, apesar dos apelos consumistas, a moda não sobrevive sem a prática de consumo constante.

    A moda dos anos 90 se caracteriza fundamentalmente pela liberdade de expressão visual, pois os preconceitos e barreiras vão desaparecendo de uma maneira geral, as pessoas vão escolhendo seus gostos e estilos na medida em que elas se identificam com determinado produto de moda e também pela sua forma de viver. O indivíduo pode ser mais crítico ou desencanado em relação a sua forma de vestir, há uma certa dependência de estado de espírito. Se hoje a pessoa está mais alegre, extrovertida, satisfeita com ela mesma, as cores fortes, vivas influenciam bastante, ou se, amanhã ela está introspecta, triste, calada, melancólica, peças mais singelas comporão seu look. Mas deixando de filosofar, o que importa é sentir-se bem, de bem consigo mesma, com a vida e com os outros. A roupa talvez expresse um pouco do estado de espírito e sentido de vida de cada um. Assim começa-se a pensar na moda além do corpo, do produto mais em atingir os sentidos de vida.

    O minimalismo foi uma das formas mais democráticas em que a moda dos anos 90 expressou suas novas idéias. Houve também nesta democratização da moda desta década a representação da junção das décadas passadas, da globalização de culturas em que o ocidente e o oriente misturam-se e assim, novas releituras surgem como novo, mas o novo deveria configurar-se em algo extremamente distinto do que se tinha visto ou criado até o fim deste século XX.

    A moda minimalista consagra-se fortemente na distinção das outras décadas, o estilo básico, o trivial, as mínimas reiterações vistas num mesmo look, ou seja, a cor vermelha do batom na boca está em combinação com o par de sapatos vermelhos. E assim veremos, que não somente nos looks femininos, mas nos masculinos também se cruzam os ideais minimalistas, onde os detalhes fazem toda a diferença, seja num acessório, ou numa peça de vestuário qualquer ou na maneira de maquiar-se e pentear-se.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Henrik Vibskov. Coleção Primavera/Verão 2011.
Calvin Klein. Coleção Primavera/Verão 211.
Foto: Enlarge Image.
http://www.firstview.com

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Henrik Vibskov. Coleção Primavera/Verão 2011.
Giorgio Armani. Coleção Outono/Inverno 2007.
Foto: Enlarge Image.
http://www.firstview.com

%d blogueiros gostam disto: