Sempre haverá

Muitas possibilidades na poesia de Marta Assunção Sempre haverá… A casa para limpar A bagunça para arrumar A louça para lavar A roupa para passar O livro que não li O filme que não assisti A música que não ouvi A poesia que não escrevi Sempre haverá… A ideia que não tive A palavra que não…

Ler mais

O absurdo do açaí em São Paulo

como cantou Nilson Chaves “põe tapioca, põe farinha d’água; põe açúcar não põe nada ou me bebe como um suco que eu sou muito mais que um fruto, sou sabor Marajoara, sou sabor Marajoara, sou sabor” por Marta Assunção Marta Assunção é comunicadora social, habilitada em Publicidade e Propaganda. Como forma de expressão, escreve sobre…

Ler mais